quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Doha - Dubai - São Paulo

Juro que fiz isso tudo em uma noite. Explico... Lá fui eu voar para Doha. Foram 40 minutos na ida + 50 na volta, 20 minutos em terra (Lu Farah, mandei um beijo pra você lá do aeroporto).

Como estou com esse início de gripe, caí dura na cama quando voltei de Dubai. Deu tempo de tirar apenas a roupa e colocar o pijama, mas dormi de coque e make up.

Lá pelas tantas já estava em São Paulo, no Mercado Municipal. Estava comprando carne moída paquistanesa (!!!) para fazer keema pro marido e vi o Paulo Maluf fazendo discurso com um abacaxi na mão.

Eis que um sujismundo lhe dá uns 4 tiros e sai correndo na multidão. Vou atrás do cabradapeste e dou uma voadora (meus delírios kung fu, tá), imobilizo o maldito e o encho de azeitonas, bródi. Pá, pá, pá. Vinguei o libanês, sorry pelo momentinho Hezbollah (ok, odeio o Hezbollah, mas era para dar um toque dramático).

Acordei com o telefone tocando. Só lembro que descarreguei o resto das balas da semi-automática em uma melancia. Huahuahua.

Sabe, sonhar com o Paulo Maluf me deixou ainda mais homesick. Adoro eleições, absurdos, candidatos toscos, as promessas do tio. :(

3 comentários:

Patricia Scarpin disse...

Era pra você ter ajudado o cara a fugir - ele é um herói! :)

Menino Maluquinho disse...

Paulo Maluf com um abacaxi na mao!!! FOI DE MAIS!!!

Alexandre Lucas disse...

Precisamos pedir pro médico aumentar seu remédio, kkkkkkkkkkkk!

Template exclusivo para este blog encomendado no Templates da Lua