sábado, 28 de fevereiro de 2009

Caminho das Índias

Graças a Kelly consegui um link para assistir Caminhos das Índias cá em Dubai. Pois ADOREI! O sotaque do pai da Maya é luxo. Amor entre uma brâmane e um dalit. Clichê, mas necessário no mundo das novelas. Gostei.

Juliana, pelamor, chacoalha essa cabeça. Só falta isso para você ficar perfeita como indiana. Pqp, vai ser linda assim... Marcio Garcia, se encontro um dalit com tua cara (me divorcio por SMS, huahua), caso amanhã. Até ajudo a varrer cocô. Ok, isso não.

O povo chocha a Índia. Até eu chocho. Mas no fundo, adoro. Porque não vou cuspir no prato que como - afinal, Paquistão era Índia e, poxa vida, eu me arranjei com um ex-indiano. E o marido me dá uma vassourada se lê "ex-indiano", afinal, ele é pathan e tem como hobby odiar o país vizinho.

E fico emocionadinha ouvindo os "achas", "tikhe" e expressões familiares como "baba", "bhai" e "bhabi". Isso me lembra quando me chamam de "Karina bhabi". Oh so sweet!

Aliás, falando em mundo Índia... Estava eu jantando no Applebee's com meu amigo Ruy enchendo o bucho de carne quando um indiano se apresentou falando português. Era simplesmente o dono do meu restaurante indiano favorito, o Delhi Palace na Juscelino. Não que seja a comida mais refinada, mas por um valor você come o que quiser. Ó mundo pequeno!

O anelzinho de ouro no dedinho eu ajudei a comprar, haha. Podem visitar e encher o bucho. É mara.

8 comentários:

Carol by Carol disse...

sempre ia la apra matar a saudade do pak.. ai que fome hauhauhaua
queema karahi eh uma deliciaaaa
minhas lombrigas gritam

Bat Biscate disse...

Ah mas a gente e' assim mesmo ne' Liba, a gente fala mal do povo mas oq seria da gente sem o povo...

Tony Goes disse...

Are baba! EStamos vendo a novela agora. Meu marido viciou. Mas ele só gosta da parte indiana, a braisleira é igual a qualquer novela de todos os tempos.

Mais engraçado é ver que a música "Kajra Re", de um filme da Aishwarya, de tanto tocar na novela caiu na boca do povo. Tem até número de drag dublando em boate gay.

http://www.youtube.com/watch?v=wGQBMCwGxN0

whateveeer disse...

Ai, Libz.
Tenho umas experiências meio ruins com indianos e paquistaneses, sobretudo em aeroportos. Só gente com um budum insuportável :S

Kelen Paiva disse...

Falando na novela, sempre q vejo a Duda, me lembro de vc. ARE BABA! Acho vcs parecidas (pelo menos sua foto do perfil é semelhante a imagem da Tania Khalill). Adoro a novela tb! ATCHÁ!! Só me incomoda um pouco a cotocagem de alguns personagens. Falta pulso no Raj, no Bahuan e na diretora do Colégio (Ciça Guimarães).

Mariachiquinha disse...

Eu gosto da novela. Tem lá seus exageros by Glóra Perez, mas eu gosto.
Kelen, concorod com vc e tem mais, aqueka historai do dinheiro do raul e ramiro... não vai nem volta.
A diretora do colégio, tirem aquela lesma de lá. :P
Eu gosta da Norminha!

Alexandre Lucas disse...

Sou um tanto chato para comer e acho a Índia um país atrasado, sem mínimas condições sanitárias ou adequados direitos humanos. Por essas e outras só fui uma vez - acompanhando amigos, em restaurante indiano em SP (nos Jardins, não me recorod o nome) - mas não me apeteceu.

Mel disse...

As melhores cenas sao do pai da Maia com certeza,adoooro qdo ele fica botando a culpa de tudo que acontece de ruim na mulher dele,que incrivel semelhanca aqui em casa!!!

Template exclusivo para este blog encomendado no Templates da Lua