sábado, 21 de março de 2009

Parem as máquinas!

Graças ao Gustavo Maciel soube que a El Al, companhia aérea israelense, passará a operar 3 vôos semanais diários e DIRETOS entre São Paulo e Tel Aviv.

Hiperventilei e ovulei.

However, o horário dos vôos não coincidem com os vôos diretos entre São Paulo e Dubai. Logo, não terei a oportunidade de cruzar com comissários da empresa quando estiver devidamente uniformizada e on duty. :(

Super sonho colorido em tirar uma foto com os comissários israelenses. Mas precisaria guardar a sete chaves, afinal, isso deve ser demissão por justa causa aqui nos Emirados. Acho que nem foto de bola-gato é tão grave como foto com israelense para nossos anfitriões que odeiam judeus e adoram a Arábia Maldita, ops, Saudita.

Afinal, esse povo continua se matando por nhacos de terra seca. Hm, que seja. Sempre quis fazer a Caterine Deneuve do deserto em Jerusalem e boiar no Mar Morto toda lambusada de lama. E comer falafel night and day, day and night.

Eu, bem... Eu gosto dos judeus. Pois são ricos. E a Tia Karina gosta de dinheiro. E de bureka.

Fonte:
http://www.elal.co.il/ELAL/English/HidePages/sao_paulo_prices_080309

AAAAH!

Aliás. Nos vôos da El Al são oferecidas sopinhas instantâneas Knorr. Hahaha. E ainda dizem:

"A Warm Winter on EL AL Flights Home Away From Home means flying EL AL and sipping Knorr’s instant soup in a cup.For a good soup you don't need Mother "

Tá, mãe?

Mas me abstenho de comentar esse serviço diferenciado, afinal, sou libanesa com certeza e vão me encher o saco dizendo que fiz cagada diplomática só porque chochei o serviço pão-duro pra cacete diferenciado dessa companhia aérea.

9 comentários:

Rico E disse...

Darling, somente La Deneuve tem o privilégio de fazer essas coisas.
Como eu digo La Deneuve é La Deneuve! Ma Belle.
Gros Bisou,
Rico E

ludmyla disse...

nao sou de comentários, mas uma vez estava na fila da maravilhosa imigraçao norte-americana...quando me aparecem os divinos comissarios da empresa Israelense.

era um mais bonito que o outro.
até deixei passar minha vez pra admirar por mais tempo.
que sucesso...

lufarah disse...

Libanesa...estive em Dubai de quarta ate hoje pro Art Dubai e gastei a ponta do dedo tentando te ligar pra ir comigo nas festinhas OTEMAS que rolaram, mas a senhorita nada de atender...esnobando o Qatar, hein...

Lib disse...

Lu, nao estava esnobando. estava trabalhando, mesmo. Em Pequim. :( Voltei hoje de tarde, so :(

Amanda disse...

Gataa, na ultima vez que fiz JFK tive uma experiencia beeem estranha... na entrada do aeroporto, no caminho pro check in da Emirates, tinha um grupo de uns 100 judeus ortodoxos. O jeito que eles olhavam pra gente era bem ameaçador. Nunca tive medo de judeu, mas dessa vez foi horrível. Passei tremendo por eles.
(Os judeus de São Paulo me parecem tão mas amigáveis!)

Sei lá, mas acho que os comissarios da El Al não vão ser muito solicitos pra foto não..

Fred Lavia disse...

Nos velhos tempos...bota véio nisso...a El Al quando pousava em GRU tinha um requisito básico:Não parava nem no mesmo terminal se o avião da MEA ( Middle East Airlines )do nossos brima da Líbano(sic) estivesse no parking bay. É sabido que o "pioneirismo" de manter seguranças armados à bordo é desta distinta empresa. Quando em solo, naquela época (não respondo por agora) haviam sentinelas com automáticas israelenses que revistavam todos que tinha acesso à aeronave.Parênteses MAIÚSCULO ((Sem pretensão de julgamento, já que a aviação desta nação tem histórico suficiente para justificar os procedimentos de segurança)).
Curiosidades:
Uma vez, trabalhando na hotelaria, recebemos um lay over de um vôo cancelado da Ibéria trazendo 120 passageiros da vertente ortodoxa do judaismo. Ao serem informados que o restaurante não servia kosher meal, nos apresentaram 120 marmitas kosher! Mas curioso foi o check out do grupo que com os outros passageiros deveria sair as 9AM. Saíram ao amanhecer, com a bússola na mão, após o grupo inteiro se apresentar para orar em direção à Jerusalém. Todos os 120 não couberam no lobby chegando a ocupar parte do estacionamento.
Curiosidade II:
Mulheres e homens solteiros exigiram aposento individual.
Após o check out, como procedimento de rotina, a governaça informa que algumas unidades não foram usadas.Ao consultar o sitema descobrimos que pertenciam as senhoritas e aos senhores solteiros, que não usaram os quartos para o pernoite.

Agora imagina: se alguém tocasse o Hava Naguila o prédio vinha abaixo!

Carla disse...

Oi Amanda, nao precisa ter medo de judeu ortodoxo nao, eles nao mordem te garanto viu?!? Aliás até onde eu sei judeu nenhum morde nao, precisa ter medo de cara feia!!! Pq se fosse assim....

Libanesa amiga, uma supervisora minha q é jordaniana sempre olhava e reolhava qdo nós trabalhávamos perto dos portoes de embarque da EL AL e sempre me perguntava: Caramba Carla de onde é q sai tanto homem bonito?
Boas férias querida,

Beijos!!!!

Marrie disse...

Imagina se a moça da propaganda da companhia aérea não estava fantasiada pro carnaval...

Alexandre Lucas disse...

As sopas eu passo.

Template exclusivo para este blog encomendado no Templates da Lua