quinta-feira, 23 de outubro de 2008

lá vou eu pra Joanesburgo

Todo mês me mandam 2 ou 3 vezes para Joanesburgo. O chato é que deixo de conhecer mais uma do trocentos destinos para onde voamos. O bacana é que eu amo a África do Sul:

1. O povo é muito bacana, simpático e divertido bacarai. Sinto como se estivesse no Brasil;
2. A comida é tão boa como em São Paulo. A maioria dos supermercados tem seções ma-ra-vi-lho-sas de padaria, queijos, frutas e legumes;
3. A carne é de comer ajoelhada;
4. O álcool é baratíssimo. Você não vai pagar mais do que 15 reais em uma garrafa de Amarula;
5. A variedade de álcool é incrível. Tem vários tipos de licorezinhos com sabor de baunilha, toffee, amarula etc;
6. A polenta sul-africana, a pap, é um dos meus acompanhamentos favoritos;
7. Dá pra fazer safari! No Lion Park você pode pegar leão bebezinho no colo.
8. Tem Miriam Makeba everywhere. Adoro "tá com pulga na cueca":

segunda-feira, 20 de outubro de 2008

eboing eboing

Achei no Celso Dossi.

beijosmeliga no Líbano

quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Porquera e Sabedoria (ahn?)



Vejam que coisa mais feia esses sapatinhos de Madonna na estréia de seu filme "Filth & Wisdom", o primeiro longa dirigido pela digníssima. A criação é de Lagerfeld. Se o filme seguir o compasso do pisante, meu Deus, creio que estará mais para "filth" do que "wisdom".

Que porrrrquera.

historinhas de Dubai



O Gui enviou o link de uma historinha que está dando o que falar já tem uns bons meses: um casal de britânicos tomou um pilequinho e decidiu fofar na praia. Brilhante, né?

Aí virou um bafafá com inglesinhos and all the islands gang sobre o conservador modo de vida nos Emirados. Hello-o?

Tipo... a gringaida chega, ganha rios de dinheiro, carro bacana e vila na praia mas não aceita que certas putarias simplesmente não rolam? Que aqui é um país islâmico? Quer liberdade, volta pra casa, uai. Mas não terá Porsche Cayenne nem apê da hora com vista ao mar.

Enfim... Sei que conservadorismo irrita. Eu mesma já levei pito da polícia porque saí para andar às 3 da manhã e um gambé me parou. Ok. Nada de grave, afinal, estava fazendo o trabalho dele.

Outra vez também fui abordada com um amigo jordaniano porque estávamos fumando na praia no mesmo horário. Como ele viu que éramos só amigos, nos deixou em paz.

E sim, a vida aqui é tão chata que, após uma baladinha com os amigos o único after disponível é fumar e tomar chá na praia. Superlegalzão, né? Preciso urgente de um carro para não depender do conceito de diversão dos meus amigos árabes.

* * * * *

Outra história que ronda a cidade é que o tal Burj al Arab estaria afundando. Aí o Sheikh dono do hotel acabou dando o 7 estrelas para seu primo, o Sheikh não me lembro o nome. Huahua, presentão.

Não entendo picas de engenharia (algum leitor engenheiro?), mas lembro dos predinhos tortos de Santos. Vale lembrar que o Burj foi construído em uma ilhota artificial sobre areia.

Quer afundar, afunda. Mas não antes da minha mãe chegar, tá! Vou levar a turca pro high tea chiquetoso.

Mais um bafo seria uma tal de cruz na estrutura do do hotel. Olha, não vejo cruz nenhuma (teclando e bisoiando o Burj pela janela, que agora está iluminado com laranja, que nem o Ibis da Marginal Tietê). Aí que tem uma penca de árabes passando mal de tanta peitica pela influência cristã no país muçulmano. Kkkkk. micaguei.

Leia mais aqui.

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

to go or not to go?

Eu meio que tenho vergonha, mas custa 50 reais. Se Tony Goes e/ou marido aqui comigo estivessem, iria. Mas não tenho nenhum amigo aqui que curta Bollywood. :(

Vou sozinha?



Cut to me: eu no meio da indianada. Eau de Cecilia descontrol.

Mas eu quero.

feliz dia dos professores :)

Ana Maria says:
a maria veio me beijar pq hj é dia dos professores!
bubu says:
hahahaha q fofa
bubu says:
eh mesmo, feliz dia dos professores
Ana Maria says:
tks
Ana Maria says:
hj, para comemorar, eu mato um aluno
Ana Maria says:
kkkkkkkkkk

É isso aí. Feliz dia dos professores. Pra minha mãe, pro maridón e pro Carlos.

Mwah!

Prêmio Dardos

Weehee! Acabei de ganhar um Prêmio Dardos. Achei que nunca receberia... Porque esse prêmio reconhece "os valores que cada blogueiro emprega ao transmitir valores culturais, éticos, literários, pessoais etc" e, mei que sou boca suja e politicamente incorreta demais para transmitir algum valor ético. Huahuahua.

Mas, ok, se vocês dizem... Beijosteamo e super feliz fiquei. Adoro um selinho, um reconhecimentozinho, um elogio. Acabo me derretendo toooda. Muito obrigada, mocinho bom com comportamento ruim. :)



Então funciona assim:

Com o Prêmio Dardos se reconhecem os valores que cada blogueiro emprega ao transmitir valores culturais, éticos, literários, pessoais etc. e que, em suma, demonstram sua criatividade através do pensamento vivo que está e permanece intacto entre suas letras, entre suas palavras.

Esses selos foram criados com a intenção de promover a confraternização entre os blogueiros, uma forma de demonstrar carinho e reconhecimento por um trabalho que agregue valor à Web.

Quem recebe o 'Prêmio Dardos' e o aceita deve seguir algumas regras:

1. exibir a imagem;
2. linkar o blog pelo qual recebeu o prêmio;
3. escolher os amigos de outros blogs que mereçam ser premiados pelo Prêmio Dardos.

Antes de qualquer coisa, aviso que não vou postar links para blogs da nossa patota. Afinal, preciso escolher 5 e daria briga. Somos todos ciumentos e mais de cinco. Logo, vou escolher outros blogs. :)

Começando:

1. Hello Lolla - Carioca que vive em Jersey, uma ilha entre Inglaterra e Normandia. Gosto muito do que ela escreve, nossas opiniões coincidem bastante. Estamos em países (beeem) diferentes, mas algumas situações são universais para expats brasileiros. Sem falar que ela tem a língua bifurcada e eu adoro. Because I'm a B word. E tudo o que ela faz fica liiiindo: casa, bonecas, reforma de móveis. Quero ser como ela quando crescer.

2. Eat 'N Tell - Adoro o conceito desse blog. O Clayton come e faz resenha. Sei que a web está lotaaaada de blogs que resenham restaurantes e pá. Mas a diferença é que (número um) ele escreve muito bem, (número dois) tem um senso de humor ímpar, (número três) não precisa escrever sobre a casa de carnes em Punta ou Buenos para chamar a atenção... o que interessa, aqui, é que ele dá palpite sobre comidinhas que todos nós (menos eu aqui em Dubai, hehe) temos acesso fácil, logo, temos repertório para opinar e discutir. Simples assim e perfeito assim. Provem a rabanada salgada, garanto que é jóia.

3. Celso Dossi - Ok, eu jurei que não ia citar nenhum blog da patota. Mas como Celso é meio tardio, só abriu esse blog bem depois. Como chegou meio retardatário, recomendo! Porque chegamos a conclusão que fomos separados no nascimento: somos trash demais, ansiosos demais e adoramos a Joelma demais.

4. Três Amiguinhos - Transformamos em blog. Eu, Deco e mamãe. Nosso antigo Fotolog que promovia adoção de animais abandonados virou blog e pretendemos aumentar o número de doações. Como somos três dummies de internet, aceitamos ajudas de qualquer forma: com layout, que alguém nos ensine a postar fotos sem cagar o texto etc. :) Divulgação em vossos blogs, tudo será bem vindo.

5. Good Boy, Bad Behavious - E descobri mais um blog bacana através de um leitor que sempre lê e nunca comenta. Poxa, se tivesse comentado, teria descoberto esse blog antes. :) Vai entrar na lista dos meus preferidos.

Obrigada, mais uma vez, pela indicação.

beijos

Doha - Dubai - São Paulo

Juro que fiz isso tudo em uma noite. Explico... Lá fui eu voar para Doha. Foram 40 minutos na ida + 50 na volta, 20 minutos em terra (Lu Farah, mandei um beijo pra você lá do aeroporto).

Como estou com esse início de gripe, caí dura na cama quando voltei de Dubai. Deu tempo de tirar apenas a roupa e colocar o pijama, mas dormi de coque e make up.

Lá pelas tantas já estava em São Paulo, no Mercado Municipal. Estava comprando carne moída paquistanesa (!!!) para fazer keema pro marido e vi o Paulo Maluf fazendo discurso com um abacaxi na mão.

Eis que um sujismundo lhe dá uns 4 tiros e sai correndo na multidão. Vou atrás do cabradapeste e dou uma voadora (meus delírios kung fu, tá), imobilizo o maldito e o encho de azeitonas, bródi. Pá, pá, pá. Vinguei o libanês, sorry pelo momentinho Hezbollah (ok, odeio o Hezbollah, mas era para dar um toque dramático).

Acordei com o telefone tocando. Só lembro que descarreguei o resto das balas da semi-automática em uma melancia. Huahuahua.

Sabe, sonhar com o Paulo Maluf me deixou ainda mais homesick. Adoro eleições, absurdos, candidatos toscos, as promessas do tio. :(

Mata Atlântica-sick

É aquela eterna história... A gente passa a dar mais valor para alguma coisa quando a perdemos. Estou sentindo na pele o que é estar homesick. Todo mundo chocha São Paulo, mas juro que Higienópolis tem mais árvores do que Dubai inteira.

E as praias daqui tem uma água verde turquesa linda. Cheia de coliformes do Burj (aqui, literalmente, os ricos cagam ni nóis), cólera (that's so third world), febre tifóide e hepatites de todas as letras.

Super perdi a vontade de comprar uma pranchinha de body board e praticar algo outdoor. Até porque não temos ondas. A única praia com ondas está na divisa entre Dubai e Sharjah, onde eu super iria com meu carritcho novo... Mas está cheio de gente wahabbiya nada pra frentex, paquistaneses que entram no marzão de sharwal kamiz (aquele pijamão) e outros que não direi a nacionalidade para não parecer tendenciosa que volta e meia fazem necessidades aqui ou ali.

Sem falar que alguns turcos, libaneses, indianos, curdos, iranianos, you name it, adoram tirar foto da mulherada de maiô ou biquini. Não é a toa que as brazucas vão a praia de roupa.

Eu não. Afinal, não vou a praia aqui. O sol é muito forte, não tem barraquinha de refresco, troque o populacho farofeiro por libaneses em calção de banho fosforescente (ou fluorescente?) tocando black music (odeio, odeeeeio aquelas canções que pedem para que a mocinha vá ao candyshop chupar um lollypop, eu absolutamente odeio esses rappers, Missy Elliot e a turma toda) ou pop libanês (tudo soa igual, seja Amr Diab ou Najwa Karam, é tudo "te quero habibi, te amo" e a batida é insuportavelmente igual). Não que o axé brasileiro and all that shit sejam musicalmente melhores ou tenham letras, er, hm, um pouco mais ortodoxas. O fato é que se é pra aguentar lixo, prefiro os nossos.

Vale lembrar que a praia, aqui, pode ser descrita como muita areia, um mar sem muitas ondas, um sol infernal que machuca seus olhos mesmo que você esteja rica com seu Prada equilibrado no nariz. Não tem milho verde, não tem raspadinha, não tem nada. Cervejinha gelada e camarãozinho na grelha, nem pensar. Só tem um bunker de um paquistanês cheio de salgadinho, sorvete e Pepsi. :(

E, porra, não tem a melhor combinação ever: mata atlântica ao fundo + nossas praias. Quando estive na Indonésia, notei que as praias do país eram maravilhosas porque tinham uma combinação semelhante. Sri Lanka idem.

Logo, estou aqui ba-ban-d0 nesse novo projeto que reúne 40 trilhas ecoturísticas no estado de São Paulo: muito verde, muita praia. Adoro. Lógico que nem cogito, afinal, acampamento, pra mim, só no quarto do Hyatt.

Detesto trilhas simplesmente porque estão cheias de lama. Prefiro pegar o carritcho e dirigir na Rio-Santos, hospedada lá com o John e usando vestidinho sempre. Bermuda e camiseta, mein Arsch!

terça-feira, 14 de outubro de 2008

quero assinar!

Quando no Brasil vivia, meu pacová era diariamente enchido com ligações da Editora Abril e Globo para que eu assinasse revista X ou Y.

Pois bem. Aqui nos Emirados só tenho lido National Geographic, Economist, Time e revista de fofocas (essas bem mais, hehe). Não gosto de nenhuma revista de decoração daqui... É tudo cafona, exagerado, new-traditional ou minimalista ou country. Quissaco.

Entrei toda feliz com cartão de crédito em mão para assinar a Casa e Jardim. Não dá. Não entregam no exterior. Jornal, nem pensar! :(

Porra, nem o Chico Bento?

Dubai Homes é um lixo. Tudo casa de expat que ficou rico por aqui. Nouveau riche demais, tipos delírios de Frank Aguiar. Quem dera, afinal, é sabido que Dubai is the new Miami. Mas como não tem Brasil logo ao sul, temos um subcontinente todinho ali ao nordeste.

Help!

Se tiver umas Casa e Jardim velhas, poxa, aceito doações. Pode ser uma só. Existe tarifa econômica do correio pra isso... Já que vocês não me ligam UM minuto, tampouco mandam cartinha ou e-mail... Só ganho um "eaê conta da vida aê em Dubai" genérico no Orkut.

Mesmo! :(

E eu ainda levo presente...

P.S.: Lolla, desculpe-me pelo plágio do desabafo. Hehehehe.

segunda-feira, 13 de outubro de 2008

pequeno diabo

Estava lendo o lindo e delicioso blog da Lolla (com quem compartilhos fortíssimas opiniões sobre diversos assuntos, quero ser como ela quando crescer) e me deparei com essa notícia.

Bah!

Como a própria blogueira disse, "aposto em falta de disciplina, em pais bananas e psicologia moderna. Ou simplesmente num acesso de crueldade injustificado de um pequeno Hitler em estágio de pré-produção".

Estou bege em tomar conhecimento que um diabinho de merda desses sentiu prazer ao matar e assistir animais vivos serem devorados em um zoológico.

Falta de surra dá nisso. Enfiaria esse moleque num moedor de carnes.

domingo, 12 de outubro de 2008

Karachi


Tô indo pra lá. Lugar super prafrentex. Quero morar lá. Huahuahua.


terça-feira, 7 de outubro de 2008

Bollywood Legends

Estava eu e minha amiga Paola no Spinney's (supermercado que super adoro chei di coisas importadas) quando, na seção de brinquedos, nos deparamos com isso:





Um bonequinho tipo Ken da Barbie do Hrithik Roshan. Por 19 Dirhams (cerca de 8 reais) compramos um bonequinho do Hrithik Fucking Roshan. Huahuahua! Ovulamos!



E no que tiro a caixa da prateleira, encontro sabe quem? Um bonequinho do SHAHRUKH KHAN. Ovulei reloaded! Tipos... WAAAAAA!!!



WAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!!!!!!



Agora minhas Barbies terão namorado do subcontinente que nem a mamãe. Muito hype.



Quer? Compra!



P.S.: Preciso encontrar, agora, a bonequinha da Kajol e da Priyanka Chopra. E não, não achei a Aishwarya Rai. Ainda. Tampouco a minha xará gostosona, Kareena Kapoor.



P.S.2: Celena, não comprei um pra você porque comprei o último. Porém, achei algo ainda mais pândego. Dica: álbum da copa. Huahuahua! Feliz aniversário, chuchuzona. Te amo!

Obrigada!

Obrigada pelo carinho de todos vocês. :) Sei que o Harry está no céu me esperando. E foda-se o que dizem os que os bichinhos são almas não-evoluídas. Meu koo com zatar, beijosmeliga.

Wewé está me esperando.

beijos
Karina

quinta-feira, 2 de outubro de 2008

Harry


Foram 16 anos de amor recíproco. Você parte sabendo que me fez muito feliz nestes anos todos. Eu aqui fico, sabendo que fui a mãezinha mais completa que vc poderia ter. Vou ficar com muita saudade de você. Por muitos anos chorarei a sua falta, o seu dengo comigo, a sua cantoria na hora do 'parabéns a você', o aviso geral aos colegas do prédio de que você tomou banho, seu andar de lorde, seus olhos verdes, seu aconchego no meu colo. Amigo, filho, paixão da minha vida, como você vai me fazer falta. Por favor, São Francisco, cure o meu bichinho e dê a ele aí no céu uma nuvenzinha para ele ficar me esperando, como sempre ficou durante sua vida aqui na terra.





Poderia escrever mil coisas sobre meu bebezinho, mas não sei se consigo me expressar tão bem como a minha mãe. Afinal, foram 16 anos e tenho 26. Praticamente uma vida toda. Obrigada, Maria e Deco, pelo carinho e paciência com nosso cucciolino. Não tenho palavras para agradecer.



Sabia que ele estava doentinho (com um câncer no rostinho que se alastrou). Eu sabia que logo logo ele dormiria. Sabia que seria melhor que ele descansasse. Mas quando o momento chega, a dor é terrível.



Pois eu o conheci ainda bebezinho quando nasceu embaixo da cama da minha mãe, filho da nossa cadelinha Tati, que agora está no céu cuidando dele e, quem sabe, dos outros quatro irmãozinhos do Harry.


Hoje, dia 2 de outubro, perdi meu irmãozinho de vida. Então meu mundo ficou mais cinza.



Si perdiera el arco íris su belleja

Y las flores su perfume y su color

No sería tan inmensa mi tristeza

Como aquella de quedarme sin tu amor

Mensagem para um leitor

Caro Yahudi-Libnani, faz favor de deixar e-mail que preciso entrar em contato contigo. :)

Template exclusivo para este blog encomendado no Templates da Lua