quarta-feira, 29 de abril de 2009

Don't Waste the Time

Uma deusa, uma loira, uma feiticeira

O clip de nossa musa Angela Bismarchi. Finalmente!

Não me odeie por ser HT.

Não agüento mais ler a seguinte frase:

"Existem dois tipos de heterossexuais. Os que te odeiam pela frente e os que te odeiam pelas costas."

Homossexuais do meu Brasil: se vocês querem respeito, aprendam a respeitar, também. Sou heterossexual e não odeio gays ou lésbicas. Nem pela frente, nem pelas costas. Tampouco minha mãe, super straight, odeia alguém por sua opção sexual. Muito menos o meu marido, paquistanês muçulmano.

Coloco minha mão no fogo por nós três.

Não odeio ninguém por sua opção afetiva e sexual (excluo pedófilos e praticantes da zoofilia, esses eu quero que queimem no inferno). Aliás, não ODEIO ninguém. Mas se deixo de gostar de alguma pessoa é porque:

1. É desonesta (isso é um big no-no pra mim);
2. Maltrata animais;
3. É vampira emocional (eu não tenho tempo pra gente que só reclama).

Jamais detestei alguém por suas práticas sexuais, afinal, digo que se conhecêssemos a vida sexual de cada pessoa com as quais convivemos diariamente... Ninguém se cumprimentaria na rua dado aos graus de bizarrice. Logo, meus amigos, eu não poderia me importar menos se você gosta de dar o cu, lambiscar marisco, usar roupa de couro, apanhar, comer cocô.

Antes de reclamar que o mundo os odeia tanto... Parem de atirar pedras contra tudo e todos. Sou heterossexual, sou feliz do jeito que sou, amo meu marido. Isso não me faz odiar nenhum homossexual ou me sentir melhor ou pior do que ninguém.

Aliás, essa historinha boba de ficar julgando se dar o frisco é melhor do que dar a xana é sooo last week, vai. Cada um sabe o que é bom pra si, mesmo se for pra beber xixi (ish, rimou).

Não repitam essa bobagem intolerante só porque é uma brincadeirinha do "Queer as a Folk". Pois a campanha do Doritos também foi uma brincadeira bem ruim e fui uma das primeiras a me solidarizar com a campanha de vocês, mandar e-mails, divulgar o caso, boicotar a Pepsico mesmo sendo viciada no meu Lipton Yellow Label.

Aos misógenos, bem, esses que se fodam. Antes de chochar alguém porque ela tem uma buceta, lembrem-se de onde vieram. De um cu? Talvez. Isso explica o resto de chuca na caixa craniana ao invés de um cérebro. Respeitem, ao menos, suas mães.

segunda-feira, 27 de abril de 2009

Muito obrigada!

Caros leitores,

Esse blog realmente só me traz alegria. Além do feedback divertido dos meus leitores, fico tão orgulhosa quando tenho um pepino e vocês procuram me ajudar. Seja o teclado em árabe do laptop que gostaria de colocar em português, seja um caso bem cabeludo e muito triste de maus tratos a uma égua.

O caso deu o que falar, recebi vários e-mails e passei o caso adiante. A Ana já está bem orientada sobre o que podemos fazer e tenho certeza que vamos conseguir ajudar essa eguinha. Mais uma vez, MUITO OBRIGADA.

Ganhei até um selinho de Blog Amigo da minha amiga querida lá das Índias, a Sandra Bose do Indi(a)gestão e Respeito a Natureza. Ela, assim como nós, ama bichos. Obrigada, amiga.







Estou tão feliz! Mesmo! :)

...

Ah, lógico... Enquanto tudo isso de bom acontecia, uma alma que jurava já ter ido ao inferno volta para me atormentar. Uma leitora que odeia muçulmanos me escreveu para dizer que adora meu blog e que quer visitar Dubai. Mas sim, ela odeia muçulmanos. Como posso reagir com uma pessoa que com uma mão me adula e, com a outra, me apedreja?

Digo isso porque abracei o Islam, amo um muçulmano e vivo em um país islâmico. Um país que atualmente me acolhe e me dá ótimas condições de vida.

Não tenho mais fibra pra aguentar gente débil mental. Pelamor, chochar muçulmano, aqui, é inaceitável. Minha política com gente retardada é essa aqui:




Raquel for President!

Eu brinco, chocho, provoco. Mas na real eu sou a pessoa que mais intolera a intolerância. Homofobia, Islamofobia ou qualquer outro tipo de perseguição racial ou religiosa, aqui, não tem espaço. A libanesa é má. Mas não é tão má.

domingo, 26 de abril de 2009

Apelo Urgente

Recebi de uma leitora e estou divulgando. Não sei o que fazer, disse a ela que telefonasse a polícia ou a ONGs locais. Alguém aí tem o e-mail do Datena ou alguma sugestão? :( Conto com vocês, leitores, afinal, não é só de chocho alheio que esse blog é feito.

Bom dia, Karina!

Leio seu blog desde de 2005, e mesmo não participando muito, hoje não pude deixar de querer partillhar algo que considero importante com você.


Sei da sua paixão por animais e por isso venho te pedir uma luz...

Moro numa periferia aqui em Olinda - PE, e hoje à noite meu irmão chegou chocado com as barbaridades que estão praticando com uma égua que fica solta aqui, pelos arredores do bairro.

Primeiro, parece que queimaram ela com fogos de artifícios e de tanto montarem no pobre animal deslocaram sua pata dianteira, então, por isso ela não consegue andar, mas mesmo assim, os acefalos insistem em correr com ela pelas ladeiras, provocando ainda mais dor e sofrimento.

Estou revoltada, chocada e me sentindo impotente. Na hora em que soube, liguei pro Auxílio à Lista e o unico número que me indicaram foi o de Controle de Zoonose e o da Carrocinha(!)

Tentei mesmo assim, num ato de desespero mesmo, pra tentar salvar o animal das mãos desses bárbaros, mas, para minha surpresa os dois numeros fornecidos, dispararam e ninguém atendeu.
Pensei em ligar pra Polícia ou Bombeiros, mas fui impedida pela minha família, pois eles disseram que nem um dos dois prestam este tipo de socorro.

Gente, estamos falando de um animal de grande porte, que está sendo massacrado e daqui a pouco, será sacrificado à pedradas ou irá morrer à míngua.

Por favor, me entenda, o que faço?

Você, como formadora de opinião, pode me dar uma idéia?

Estou tão chocada que não consigo dormir. Apelei pra imprensa, enviei um e-mail, contando um fato e pedindo urgência na solução.

O sistema brasileiro é cruel, ineficaz e omisso e me sinto totalmente impedida de fazer algo.

Por favor, me ajude, pois sei o quanto você é sensível e ligada a assuntos dessa natureza, o que não posso é ficar calada, diante de tamanha violência.

Desde já agradeço imensamente sua atenção.

Um abraço,

Ana Lúcia - Leitora do Ah! Libanesa!


_________________________________

Quem souber como podemos ajudar nesse caso, please, entre em contato comigo via comentários ou ahlibanesa arroba gmail.com!

sexta-feira, 24 de abril de 2009

To bowa, to em Toronto.

Gracas a uma cagada dos golimar fui tirada de um voo para Brisbane. Mas como meus orixas sao phoda com PH acido, minha Yemanja do Lago Ontario me mandou um Toronto e to rica, aqui. CHUPA QUE E DE UVA, GOLIMARES DA EMPRESA!!

Logo, mais alguns dias sem post. Para se divertirem enquanto a tia esta trabalhando, visitem o blog do Fred - o melhor blog Dubai for Dummies ever.

Ha-ha-ha, e voces acreditaram no Amaury?

terça-feira, 21 de abril de 2009

Porque hoje é quarta-feira!

Ê!

nessa casa tem goteira, pinga ni mim

Pois é, macacada. A rapadura é doce. Mas não é mole. Vejam só onde estou vivendo agora. O meu prédio é o quadradinho bege com heliporto em cima. Ao lado direito do Al Meraikhi Towers. Super bem localizado na Sheikh Zayed Road. Com o supermercado Union Corp ao fundo (que pertence ao Sheikh Maktoum, o chefe de Dubai), onde não se vende camisinha porque é proibido. Tenho um Starbucks ao lado de casa (odeio, mas na onde que tem Suplicy aqui? comofas? se não tem tu vai tu mesmo, neahn).

Os pobrema são as baratas, o mofo, o barulho 24 horas das obras da Sheikh Zayed...

Então que vamos todos nos mudar ao TECOM, um prédio super batuta lá em Al Barsha que fica a 20 minutos do Mall of the Emirates, onde Judas perdeu as ceroulas. Então que vou comprar minha bicicleta. E terei uma piscina. E viverei com meus amigos do Blue Building ao meu alcance.

Já comecei a empacotar. :D

segunda-feira, 20 de abril de 2009

We are going to BRAZIIIILLLL!!!

Acho que teria que rolar uma vibe semelhante nos vôos Dubai-São Paulo non-stop daquela companhia aérea lá. Porque neguinho entra na aeronave reclamando que não gosta de trabalhar nesse vôo porque é longo e blablablá, mas ninguém troca GRU por necas.

Meio que senti vergonha alheia da Tyra, mas, oh, é a Tyra e ela pode.

quem é o criminoso?

Seria o assaltante que invadiu o salão da cabeleireira Olga ou a mesma que, treinanda em artes marciais, imobilizou o mancebo e o estuprou por dois dias? Huahuahua. Adoro esse vigor sexual das russas.

Leiam a história aqui.

sábado, 18 de abril de 2009

Sabem o que mais me aborrece sobre o fenômeno Susan Boyle? É que se ela não cantasse muito bem, continuaria sendo considerada apenas mais uma senhora gorda, feia, solteirona e chochada pela sociedade. Mas como ela canta bonitinho, manda bem uma música feita para emocionar... As pessoas a perdoam por ser tudo isso e lhe dão um naco de atenção.

Acho triste. Porque, ao final de tudo, continuaremos assim tão hipócritas.

Sem mais.

sexta-feira, 17 de abril de 2009

Susan Boyle

Só eu e minha mãe achamos esse vídeo babaca? Aff.

segunda-feira, 13 de abril de 2009

Já em Dubai.

Fim de férias, o perrengue continua. Vou pra Mumbai, Bombaim, whatever. Bem, estamos aí outra vez. Argh!

sábado, 11 de abril de 2009

Feliz orgia alimentar!!!


Afinal, quem não usa um Eid, uma páscoa, um Pessach, um Kwanzaa, um Natal pra se jogar numa orgia alimentar? Já entoicei 3 quilos em ´22 dias de férias! \o/ Woohoo. Mas a putaria alimentícia acaba amanhã. Volto pra Dubai amanhã e não terei mais comida da mamãe todo o dia. Apenas a sopa Knorr da El Al. Ihihihi! Logo, modo regime ON.

beijosnãomedáovo

Imundiça em Dubai

Tá dando o que falar o tal artigo que mostra o lado negro de Dubai. Recebi o link de várias pessoas via Facebook, Orcúte, Twitter, e-mail, pombo-correio, you name it. Recebi e-mail de um amigo estadunidense perguntando se estava bem, até meu ex-namorado (enterra, enterra, Pavinatto, preciso muito do seu trabalho) me encheu a caixa do Facebook curioso sobre a matéria.

Não leu? Toma:
http://www.independent.co.uk/opinion/commentators/johann-hari/the-dark-side-of-dubai-1664368.html

É extenso, em inglês. Mas vale a pena para os que acham que Dubai é a última gota de sharbat no deserto.

O que eu acho? Hm, infelizmente hei de concordar sobre o que o jornalista escreve sobre o regime de escravidão. Isso ocorre e realmente é de cortar o coração, inaceitável e repugnante. Sobre o resto me resta a única pergunta: se não gosta, porque não vai embora?

É sabido que europeus e anglo-saxões ganham muito mais do que asiáticos e negros. Um zé mané da austrália que lavava pratos pode conseguir um cargo importante de direção em uma empresa apenas por ser branco. Isso é fato, não é uma conclusão minha baseada em afetações esquerdistas ou teorias da conspiração. Está na matéria.

Não é a toa que grandes empresas aprontam pataquadas nababescas. Resultado de péssima gestão de gente sem PhD algum. Juntar mão de obra branca sem qualificação com a mão de obra marromeno qualificada made in Líbano, Síria e Jordânia dá cada aberração que nem lhes comento.

E minha supracitada pergunta (aquela em negrito) é meu passatempo favorito entre os native English speakers que aqui vivem e reclamam de absolutamente tudo. Não voltam porque não querem trocar a Tucson pelo carro 1000 lá em casa. Porque não querem encarar um emprego das oito às cinco e ganhar 1/3 do que aqui conseguem. Porque lá em casa ninguém consegueria o mesmo cargo sem um bom mestrado ou MBA enquanto, aqui, um bom colegial basta.

Então, fios, enfiem o rabicó e aceitem que tudo na vida tem um preço. Odeio gente que cospe no prato em que come.

Sei que viver em Dubai tem seu lado amargo, SIM. Não faço a Pollyana. Eu bem conheço o meu. Odeio vários aspectos de Dubai, mas engulo seco porque aproveito tudo o que possa ser aproveitado. E, no final, ainda acho que estou em lucro.

Quando não mais estiver, empacoto tudo e ciao, farewell. E não, não vou chochar Dubai. Ao menos não os nativos e a cultura que me acolhe.

E se não agüenta muçulmano, o que diabos faz por lá? Vá cair bêbado em outro lugar, sô.

terça-feira, 7 de abril de 2009

eu e o E.T.

Nao tenho medo de aviao, nem de fantasma, nem de escuro. Mas sempre tive medo de OVNIs e ETs. Desde os pavorosos aliens do filme "Fogo no Ceu" e o da autopsia do Fantastico (que estragaram o final de minha infancia) ate o horroroso ET do Spielberg (que estragou minha infancia inteira).

Mas hoje peitei meu medo: assisti esse ultimo filme inteirinho enquanto minha mae era sequestrada pelo Sendero Luminoso fazia sua manicure aqui em Lima. Nao sei se foi a dublagem em espanhol ou se finalmente notei que esse bicho e feio, bobo e babaca bacarai.

Ate o bicho acender o coracao e, putz, continuo me cagando de medo. Mudei de canal, assisti dancinha inca e abstrai. Bicho dos infernos. Ainda me apavora quando esta todo moribundo com o peito piscando. E aquela parte em que a criatura entra na casa pegando os M&M, Jesuizi, me-do.

No restante do filme super concordo com o Adult Swim:



Sou mais a programacao normal peruana.



Amo as Chicas Terremoto, pura poesia e bom gosto. Pra se apaixonar. So acho que nao rola turne na Italia, ne?

Template exclusivo para este blog encomendado no Templates da Lua