terça-feira, 31 de agosto de 2010

visto B2 pro Brasil

Escutem essa porque tive estertores subcrepitantes de milhaaaares de decibéis quando ouvi essa pérola da australiana:


- Ana, você é de onde? - perguntou nossa loirinha.
- Brazil, babes.
- Nossa! Meu sonho fazer um vôo pra São Paulo. Mas não tenho o visto americano.
- Hm? - indaguei enquanto engolia uma tâmara de Ramadão.
- Porque eu preciso de visto americano pro Brasil.
- Aaaaahn? - incrédula, estava incrédula.
- O Brasil não fica na América?
- Do sul, babes - intrometeu-se a chefe de Cingapura, mais bege que meu uniforme.
- Então... Para visitar a América, preciso do visto pra América.
- Noooooooooooooooo!!!! - respondeu a chefinha.

Calada estava, calada continuei. Nessas horas é bom que eu cale a minha boca... Porque hadouken no trabalho quem curte? Eu curto, mas gosto do meu salário, então, calemos a boca.

Amém. Calada estava, calada continuei, devorando minha caixinha de Iftar e pensando em pôneis coloridos e nas compras fabulosas que faria na farmácia mais barata de Paris que a Mariana Luxo Scalzo me indicou.

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Wordle

Bonitinho. Fiz no www.wordle.net - acho que tem que clicar na imagem pra ampliar? Não sei, só sou bonita.

Wordle: Ah! Libanesa!


Celso, você apareceu. Tá bem nas pontinhas desse croquete de palavras.

terça-feira, 24 de agosto de 2010

mictório japonês

Mictório japonês para crianças. Em forma de palhaço. Que toca música enquanto o moleque xixa. E alguém tá filmando.


Oras, que coisa tão normal. :/ NOT!


Gordinho Jeitoso

O que seria de mim sem o Celso Dossi? Hahahahahaha, só esse fofoleto para me fazer parar de rir do turco gordo do Lojão do Gordo (várias mudelo). Comece a assistir as aulas de dança (?) do nosso amiguinho adiposo aos 1m25s.


Não sei se gosto mais das coxinhas gordas (bota um short, senão assa), da cuequinha, da leveza da cambalhota tal como uma jaca que cai, do esporro na cachorra, da língua presinha, da cachorrinha que rouba o momento dele...

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Yahoo Fotos: comofas????

Alguém sabe como faço para recuperar fotos que estavam antigamente hospedadas no Yahoo Fotos? Que nervoso, não consigo acessar!


Consegui recuperar umas fotos que estavam em e-mails antigos. Inclusive a pasta inteira com todos os e-mails que trocava com o paquistanês, eeeita nostalgia! Gozado, lendo e-mails antigos me sinto tão babaca... Vejo como dava importância para coisas tão pequenas. E como ele foi babaca em fumar no vôo da Lufthansa quando voltada do Brasil. Lembro que ri do assunto. Mas hoje daria uma chinelada no mancebo.

É a primeira vez, desde o término, que mexo nesse vespeiro. Tinha medo. Achei que iria doer demais, afinal, ele foi o grande amor da minha vida e foram bons quatro anos. Mas não. Só consigo me lembrar de coisas boas. Fechei tudo isso com um sorrisinho no rosto e feliz porque amei. Sem ressentimentos, sem odinhos.

O que me entristece é saber que os pais dele não mais estão vivos. Isso realmente dói. Amei a família dele como se fosse minha e...

Bem, me desculpem pela tergiversação... estava perguntando, mesmo: como recuperar fotos antigas no Yahoo Fotos?

(ah, meninas amigas, acho que não sou a única com caixinha de recordações, não?)

"é que no Líbano não existe mulher bonita..."

Hoje passei um nervoso no Long's Bar: conversava com um brasileiro que dizia detestar libanês. Atê aí não me surpreendi, afinal, muitos libaneses que vivem aqui em Dubai são realmente o cu da cobra. E não podemos ter altas expectativas com pessoas. É difícil sair do senso comum, enxergar além, vencer preconceitos, não generalizar. Logo, não esperava que conversaria com a pessoa mais douta do mundo ali, naquela mesa de bar. Mas quando o cara sabe que você tem ascendência libanesa e continua a disparar comentários como "cabelo de libanesa é tão ruim que é grosso como um canudinho" ou "quando a libanesa tira calça, é uma gelatina" ou "não tem mulher bonita no Líbano"... É porque: 1. O cara está mal intencionado; 2. O cara tem alguma deficiência; 3. As duas coisas.


Entendo da seguinte forma: como ele sabia que na minha mistura tinha italiano, achou me me isentaria da metralhada de ofensas. Não cogitou em momento algum que eu poderia ter tias 100% libanesas ou primas ou amigas, ou que minha mãe poderia ser libanesa libanesa. Bem, minhas amigas Shadya e Nadya são 100% libanesas (nascidas no Brasil, mas de origem 100% libanesa) e são lindas demais.

No Líbano não tem mulher bonita? Meu querido: visite o Líbano. Expanda seu networking: existem pessoas fantásticas da terrinha. Lindas não só fisicamente, mas com um "conjunto da obra" perfeito. Visite os clubes libaneses e sírios em São Paulo, procure enxergar além do esteriótipo, veja além do lugar comum. Líbano não é só quibe, dança do ventre e libanês pobre pagando de gatinho na balada.

Entendo que você tenha uma certa frustração com os libaneses em Dubai. Até aí eu também tenho minhas ressalvas. Mas abrir a boca pra dizer que no Líbano a qualidade da mulherada é baixa, bem, aí o bicho pega mais embaixo comigo.

Sei que não é fácil. Exige treino, viagens, mente aberta e uma boa dose de inteligência. It's a kind of magic. Mesmo assim: fica a dica. É por isso que tenho meus leitores maravilhosos que não se surpreendem porque eu amo o Paquistão... E é por isso que amo meus leitores maravilhosos que sempre me ensinam algo.

Aliás, a mocinha da foto, Haifa Wehbe, como podemos ver, é horrorosa... Assim como eu sou, vejam a minha foto na coluna da esquerda. Não sou tão feia porque tenho outras misturas. E, poxa, tem monstro pior do que a Dina Jamal, a dançarina abaixo?... NOT!

domingo, 22 de agosto de 2010

Starbucks

Acho uma merda. Pronto, falei.

Apocalipse Agora!

Voltei de Casablanca. O vôo não estava cheio e Deus quis assim pela minha saúde mental. Se foi bom? Bem, atrasamos muito em solo antes de decolarmos. Logo, o layover foi curto. Saí apenas para jantar ao lado de alguns outros tripulantes e achei a cidade horrível, mas ainda assim um pouco charmosa. Gostaria de visitar com calma, em férias. Tripulando o vôo, não, jamais, nunca mais.


O que me lembra de uma passagem de 'Apocalypse Now':

Everyone gets everything he wants. I wanted a mission, and for my sins, they gave me one. They brought it up to me like room service...It was a real choice mission - and when it was over, I never want another...

Hora de enfiar meus pés no massageador, tomar meu chai e limpar minhas fábricas no Social City. Depois de amanhã: Jakarta!

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

já amarrei por menos...

Huahuahuahua, espero que no meu avião, não. Se não me cago de rir!


* Obrigada, Bat Biscaaaaate!

au au au calcinha 1 real

Hahahahahahahahahahahahahahahahaha!!!! Várias mudelo.


* Shukran, ya Celso Dossi, hayati!

hora de tirar as ervas daninhas - e coisas muito bonitinhas!

Estou em uma daquelas terríveis mudanças de ciclo que ocorrem em agostos de anos pares quando um urano passa em algum ponto cagado do meu mapa astral. Hora de reavaliar amizades e dar graças a Deus a algumas que conquistei. Jogar fora cartas e fotografias, fazer uma limpeza na cesta de revistas, reorganizar o guarda-roupas, recolocar o cartão de crédito na gaveta, replantar meus hibiscos em vasos maiores. Faxina emocional e renovação de energias. Não de dou tempo de ficar em mimimis e elocubrações sobre o que nunca vou saber, sobre o que nunca vou entender.


Para isso estou inspirando-me nesses dois blogs com dicas incríveis:


Essa guria, pra mim, é totalmente awe-inspiring. Tudo o que bota a mão fica lindo. Aliás, ela é uma pessoa linda. Com sapatos e esmaltes que me deixam babando. E dona de um senso-de-humor magnífico.

Vejam o post sobre colagens e fichários. Estou apaixonada pela idéia. Amanhã vou a Casablanca e vou com o post "Espinhos e Flores" impresso na mala.


Quero ser a Cláudia quando crescer. Dê um bookmark nesse site e navegue pelas ótimas dicas de viagens, compras, organização e personal image. Babando na idéia dos potinhos para guardar pequenos recuerdos de viajes. Já pensando como fazer por aqui e nas milhares de coisas cute-cute que vou sair colecionando por Paris ao lado do meu querido amigo peruano Luis, que reencontrarei anos depois de uma viagem a Lima com minha mamá e meus dois grandes amigos de infância.

...

Escrevo mais quando voltar de Marrocos.

bisous!

ai, titio!



Eu amo São Paulo, eu amo o Maluf e eu amo o Pavinatto por fazer meu dia lá de Monte Verde.

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

para esquentar essa madrugada de Ramadan...

Saudades de virar a noite. Aqui no friozinho do ar-condicionado me divirto com meu novo programa de edição de fotos lomografia-wannabe (thanks a million, Lolla), tomando chazinho cingalês e ouvindo Dalida - a mulher mais linda que já existiu.


Porque a noite é mulherzinha, sim! Ah-ah, ah-ah, ah!



Se tivesse nascido com esse rosto, com essa voz e falando esse árabe... Ah!

salma ya salama, rohna we gheina bel-salama

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Indo aos Estados Unidos nao deixe de visitar a BertaBrasil Butik


Ta foda. Nunca ouvi tanto portugues e variacoes de sotaque estando fora do Brasil. Ate aquele sotaque de dekassegui do Parana eu ouvi. Brasileiros de todos os jeitos: muita calca jeans, camisetinha e Nike Shox. Impossivel nao reconhece-los. Especialmente aqueles casais de meia-idade. "O Gerson... Olha so essa bolsinha. E chique, e da Victoria Secret's". Hahahaha. Porque a Victoria Secret's is the new Pakalolo.
***
Gosto do jeito que o povo aqui e feliz. As gordinhas de shortinho curto mais levantadinho entre as pernas. Nem ai pras assaduras. E eu noiando com celulite. Hah, felizes sao elas. Alias, o povo aqui parece ser bem feliz. Public displays of affection, a elegancia da calca de moletom de cintura baixa deixando o fio-dental (o famoso fio-cheiroso) aparecendo com a tattoo com o nome do macho: "Salvador". Huahuahua. Logico que a baranguice "vareia" de acordo com a area. Quando estava na Park Avenue fiquei caqui com a elegancia das nova-iorquinhas de tailleurzinho caminhando quilometros em sapatenis com o saltinho na sacolinha. Lindas, bronzeadas, musculosas, bem arrumadas. Praticamente pessoas que sairam do catalogo da Banana Republic.
***
Carissimo e ter que depender de deli pra tomar cafe da manha. Pagar quase cinco dolares num iogurte mequetrefe de granola? Prefiro servico de quarto. Por 14 dolares tomo um continental bem razoavel aqui no Sheraton e nao passo raiva com a ousadia do mexica que riu porque eu nao tinha o suficiente para pagar a conta. Sorry. Nunca imaginei que dois iogurtes, um pedaco de bolo e um saquinho de 52g de sucrilhos custaria 14 dolares - so tinha 10 porque me acabei, me a-ca-bei na farmacia. Na proxima compro tudo no Pax (ao lado da Victoria's Secret da 34th, na esquina da Macy's) ou nas farmacias Duane Reade que tem algumas comidas processadas e saladinhas.
***
Gosto da Victoria's Secret mas ainda nao entendo o hype da marca. Naooonde aquilo e sexy? Gosto dos soutiens de dia-a-dia, sao bem confortaveis, deixam o peitinho munito e tem um preco razoavel para uma peca que sobrevive a minha maquina de lavar. Agora, me desculpem: aqueles creminhos com cheirinho de chicle beiram o insuportavel. O de morango com champagne e o unico que uso (pra dormir cheirosinha depois do banho). Mas nao entendo como tem gente que coleciona aqueles cremes com cheiro de iogurte.
***
A cidade esta insuportavelmente lotada: ferias escolares! Muitos turistas. Os idiomas que mais ouvi foram portugues, espanhol e italiano. Nem te conto o nervoso que me deu quando entrei na Toys R Us da setima. Que fique claro que entrei porque queria ver as Barbies (nossa, passei MAL). Mas descobri uma fofura chamada Calico Critters. Veja la em cima do post (hm, tava pensando porque diabos eu enfiei uma imagem tao miguxa e fofoleta no post?). Tive que sair de perto para nao passar meu cartao comprando, hm, bosta. Porra, mo bonitinho! :(
***
Andando em Times Square me senti num clipe do Delfin. So se fala espanhol por aqui. Manhattan Connection? Meu cu, urubu. Isso aqui ta Coneccion Acapulco.
Alias, hoje levei uma cantada tao nava a ver... Um sirio (cego se nao era sirio) me para pra perguntar de onde me conhecia. Eu, mocoronga, dei trela sem querer: "ahn, como assim voce me conhece?". A ficha caiu so depois porque sou mais bonita do que esperta. Enfim, pra cortar logo o malaco disse "impossivel, eu nem moro aqui". Ele, logico, perguntou de onde eu era.
"SOY DE COCHABAMBA!!!!"
E continuei andando. Linda. Tigresa del Oriente e sereia do Titicaca. Sifude.

babaaaaaaaaaaaado, bandejeira!

Amigas, colegas, leitoras. Peguem sua xicarazinha de chai e senta aqui no sofa da libanesa porque tenho um babado forte.

Bem, estavamos futricando no aviao outro dia eu e uma guria africana, que vou chamar de Margarida para omitir nomes. Muito querida, voamos juntas para Joanesburgo com um amigo nosso brasileiro cujo nome aqui nao posso revelar.

Bem, um ano e tralala depois nos encontramos num Hyderabad de madrugada e futricavamos. Da nossa noite divertida em Joanesburgo la no Montecassino, desse nosso amigo brasileiro e do peguete australiano desse meu conterraneo.

Entao ela coloca as maos na cabeca e exclama: "que guri mais maluco esse australiano, nao?". Hm, na verdade nem me lembrava do moleque. So me recordava que ele nao batia muito bem e que disse pro meu amigo brazuca que aquele era um caso de Joselito da vida real.

"Ah, gata, ele era doidinho, sim" - respondi.
"Doidinho? Hello-o!!" - chochou-me.
"Cuma?"
"Voce nao sabe?"

Bem, amiga leitora. Ta sentada? Esse menino, segundo a Margarida, foi o comissario que fez aquela brincadeira de hiper mal-gosto sobre a bomba a bordo no voo EK 007 (Dubai - London Gatwick). Logico que esta no xilindro. Se nao viu a historia, leia aqui.

Eu so nao pari um avestruz porque meu metodo cartesiano de jornalista me faz duvidar de tudo e checar. Mas o voo pra Hyderabad foi tao cansativo que o assunto morreu, esqueci.

Pois agora, voltando do meu shopping spree em Manhattan, encontrei um dos tripulantes e engatamos um chit-chat com fofoquinhas enquanto tomavamos um cafe na rua e fumavamos um cigarrinho. Falavamos de confusoes na empresa e o assunto voltou.

Como o alemao nao me pegou dessa vez, aquele maldito Alzheimer, nao esqueci e subi correndinho pra checar. Digitei palavrinhas magicas no Google e vi a foto do guri: GENTE, ERA ELE MESMO!!!

Bege que meu amigo fez o corpinho dum criminoso. Bege que ele fez isso numa tarde em Joanesburgo e depois me chamou no quarto dele para fofocarmos e ver uns shows da Madonna. Bege relembrando da chochada que dei dizendo que o moleque era meio sem nocao, levemente retardadinho.

Bege, bege, bege, amiga. To caqui! Tinha que dividir com voces, amados leitores de mi corazon.

beijos-me-bbm

voce percebe o quanto ja esta arabizada quando...

Chega no hotel esfomeada e desce para comprar um falafel no Arafat, o egipcio que vende shawarma, bagel e essas porcarias nova-iorquinas (que eu adoro) na esquinha da 52 com a setima. E ouve:

- Ana, habibti, ta meio cedo pro falafel!

Sim, ja sabem ate o meu nome.

- Kifac, Arafat?
- Alhamdullillah, Ana. Kific?
- Alhamdulillah, shukran.

Ai comeca a sabatina "voce conhece o Wesam, um egipcio, seu colega... Baixinho..." seguido de "e o Mohammed, um palestino com passaporte canadense?". Depois de uns vinte Mohammeds e Alis e Ahmeds e Abdullahs, peco uma sugestao pro cafe da manha.

- Bagel. Ovos com bacon.
- Wallah, Arafat!
- E halal, Ana! E halal!
- Ah, entao ta!

Deus, proteja meu estomago. Das coisas que vendem nas ruas (inclusive os bilhetes de loteria) eu como poucos street food:

- o yakissoba da frente da Gazeta (porque classicos sao classicos, sou proud do jornalzinho da Casper Libero que investigou o making of do chines e o resto voces nem querem saber);

- o acaraje com coliformes la da Liberdade;

- a arraia no chilli la no Chinatown de Cingapura (uma delicia, apesar de soar como um habito meio barbado comer um bichinho tao bonitinho);

- pretzel nova-iorquino;

- shawarma, qualquer um. Em qualquer lugar;

- os chapli kebabs de Peshawar que compravamos la no Saddar, uma porcaria tao roots que era servida no jornal.

Bem, voltei pro hotel esfomeada. Caiu no meu estomago com a leveza de uma bola de boliche - tal como o curry wurst que comi em Berlim. Puta troco oleoso, coisa de americano gordo safado. Aos que se preocupam com minha cinturinha: fiquem frios, ja vomitei tudo! Nem por bulimia, mas porque meu estomago mandou um recado: "meu cu, demonia, nao fode, racha dos infernos!".

Bem. Agora que fiz a modelete, vou correr pra Victoria e pra Macy's e Bath & Bodyworks e Sephora e Best Buy e BH e pa, morri.

Morri linda em Nova York, sorry ZL!

domingo, 15 de agosto de 2010

Playlist: Nova York

Minhas quatro favoritas para botar no Ipod quando for a Nova York.


1. Empire State of Mind - amo, amo, amo! Sempre rola no Ipod enquanto escolho calcinha na Victoria.

Salvar agora


2. New York City Boy - Essa do Pet Shop Boys, pra mim, é perfeita para quando entrar na Ambercrombie & Fitch para ver aqueles vendedores gatíssimos. You feel, the deal, is real...



3. Nova York do Christian & Ralf - Porque nem só do hype vive a menina. Sonho de toda classe média que quis comprar na BertaBrasil Boutique. Confesso que canto essa a plenos pulmões quando chego no hotel enquanto seco o cabelo e pulo na cama antes de sair!



4. Porque não seria eu se não baixasse o nível:



5. E a minha favorita - que acho tão new yorker, tão Gay Talese em "Fama e Anonimato":

sábado, 14 de agosto de 2010

rodada de Doha

Não só porque estou company-sick da minha amada companhia aérea de Do-bye... Mas porque todos que me relatam suas experiências com a Qatar Airways e o aeroporto de Doha acabam me contando histórias de funcionários mal-educados, pagamento de excesso de peso por 600 gr a mais, vuco-vuco no aeroporto. Enfim.


Libanesa tem que ver pra crer. Afinal, para uma pessoa como yo que já tem know-how de aeroportos paquistaneses... Tem que ser trash metal pra me impressionar.

Bem... Foi.

Que cazzo de aeroporto é aquele? A Qatar é uma companhia aérea 5 estrelas. Nem a minha é. O aeroporto deles é quase um Aeroporto de Karachi. E a minha não-5 estrelas tem um terminal inteirinho só pra ela.

Minha epifania tosca foi a "praça de alimentação": um A&W, um stand de sorvete, um café com snacks velhos. No térreo, um café um pouco melhor. Mas superlotado! Optei por um sanduíche de roastbeef no A&W - afinal, já vi esse fast food em algum lugar. Paguei 47 dirhams (isso aê mesmo, uns 24 reais) por um combo com coca-cola, batatas fritas que nem ousei encostar e um topping extra de cheddar que parecia ser feito com maizena e corante. Não ficou nem 3 minutos no meu estômago!

E se quisesse pagar pra tomar café no stall ao lado... Pagasse sua fortuninha, pegasse um copo de água quente... Para depois abrir a lata de Nescafé e acrescentar leite. Uma salva de palmas!

Sem falar dos passageiros. Depois de dois dias vendo gente bonita em Berlim, quase chorei. Rodoviária em Peshawar, botequinho em Calcutá, vendinha em Kabul... Não me senti nem no INDIAN THRILLER (golimar-ar-ar-ar), mas no PAKISTANI THRILLER:




Essa rodada que dei no aeroporto de Doha realmente foi isso aê.

Reggaeton Paquistanes



Emocionada. Serio.

terça-feira, 10 de agosto de 2010

fazendo a politicamente correta

Pra nao dizerem que sou uma turca fiadaputa Hezbolleteira que gosta do Farfur, o Mickey palestino, deixo aqui uma tocante homenagem a Israel e meus amigos de la. Muito em breve eu os verei em Tel Aviv! :) Se nao me gongarem, oficorsi. Se o Mossad nao jogar "ah libanesa" no Google e ver que Wendy e a Tigresa do Oriente se juntaram com o Delfin para deixar uma linda mensagem nesse blog cheio de amor e paz.



*valeu, Ibira!!!

P.S.: Forca no chroma key. Acredita, pueblo. Porque visto vai ser FODA.

fica a dica - it stays the tip

Hahahahahahaha. Celso Dossi fez meu dia, pra variar:



So nao ri mais do que a edicao da CARAS com o aniversario da filha da Ticiane Justus.

terça-feira, 3 de agosto de 2010

Fair & Lovely

Para voces verem que nao estou exagerando quando falo do Fair & Lovely e do preconceito dos golimares com pessoas de pele escura. A questao e que eles tem a pele escura e gastam os tubos em cremes que deixam a pele mais clara.

Nao consigo me conformar. Vivo nas Emirindias por 2 anos e meio e ainda nao consegui me conformar com isso.





Tambem tem a versao masculina. Vejam o bronzeado noruegues do Shahrukhao.



Hmmmmm. Depois sou eu que exagero?

papa-oscar-romeu-romeu-alfa!!!!


Espumando de odio aqui. Liguei na outra companhia aerea pra fazer minha listing e a mocinha com sotaque tototo de golimar me diz que nao pode fazer listing. O que e mentira, afinal, nao e a minha empresa que vai fazer listing na empresa aerea dela. Sabe preguica? Deve estar muito ocupada cutucando o pe ou tomando chai ou as duas coisas. Enfim, insisti, pedi pelo amor de Deus, de Allah, de Shiva e de Tutatis para que ela fizesse um esforcinho pois preciso ir pra casa, sabe, moca? Eu tenho familia no terceiro mundo, sou brasileira, pais pobre, sou humilde e tenho cinco filhinhos pra criar.

Ela tentou puxar o numero do meu bilhete mas e LOGICO que nao encontraria - afinal, tenho um bilhete ZED que e aberto, nao existe reserva. Estava eu ligando para essa infeliz para fazer justamente isso. Ate a copeira da agencia de viagens sabe disso.

Ela me diz que o voo esta cheio. O que sei que e mentirinha, afinal, o sistema nao mostra isso. Pedi para que ela me colocasse no voo da tarde, entao. Ela disse que me faria esse favor.

Olha, moca. Depois sou eu que sou racista. Nunca vi povo pra ser tao corporativo. Na proxima eu ligo forcando sotaque tototo. Fico puta com essa falta de profissionalismo, sabe? Pelo sotaque ou cor da pele esse povo faz da tua vida um inferno. Como libanesa pelo longo e liso com sotaque nao-tototo que nao precisa usar Fair & Lovely, inspiro o odio dessa mulherada. Sabe dor de cotovelo?

A coisa e tao verdadeira que, ontem, pra conseguir emitir meus bilhetes com paz-de-espirito, tive que fazer a meiguinha e jogar charme pros golimares do balcao se quisesse que algo fosse feito. Senao ouviria "problem, madam, problem".

Logo, golimeiazinha, fica na tua que to com teu nome na minha agendinha e na macumbaria. E aprenda o alfabeto fonetico, porra! S for sugar e cu de rola.

VITOR-ALFA // DELTA-ALFA-ROMEU // MIKE-ECO-INDIA-ALFA // HOTEL-OSCAR-ROMEU-ALFA // DELTA-ECO // CHARLIE-UNIFORM !!!

PAPA-OSCAR-ROMEU-ROMEU-ALFA!!!!

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

chi del gitano i giorni abbella? la zingarella!

Sete da manha em Do-buy. Estou em pe arrumando mala e me preparando para a longa jornada ate Sampa via Joanesburgo. Acostumei-me a ouvir musica alta de outros apartamentos pela manha. Nao que meus vizinhos sejam pentelhos, mas minha audicao e meio ninja e meio que ja nasci com um Sonic 2000 pre-instalado (uau, posso ouvir uma agulha caindo do outro lado da sala). Nao e que alguem esta ouvindo "Coro degli Zingari" da 'Il Trovatore'? Sabe, tem coisas que me deixam emocionada. No meio de tanta porcaria e Ke$has e Katy Perries... Ouco Verdi pela manha.

Sinal de que o dia vai ser feliz? Ou que o aeroporto de Joanesburgo sera uma "experiencia"?



O que foi que ela disse?

the more I look the worse it gets



I’m wide-awake and never sleep
Don’t worry
I can’t control myself
Don’t wanna make another scene
Just wanna become someone else
I can’t decide on anything important
Don’t tell me I’ll forget
I’ve seen my face too many times
The more I look the worse it gets
The worse it gets, the worse it gets
The more I look the more I look the worse it gets

Quantas pessoas te fazem sentir extraordinario?

Li essa frase de "Marley & Eu" no status do meu amado amigo Marcos no Facebook. Nao conhecia porque nao li ou assisti ao filme. Tenho horror de historias emocionantes envolvendo cachorros de estimacao - ja tenho quatro dessas em casa.

Esta na hora de passar a faca e fazer a limpa. Bateu a melancolia dos anos pares (2004, 2006, 2008 e agora 2010) e dou minha mao ao Daniel para nos juntarmos a uma rodada de tequila em algum bar cheio de bicha bonita (porque nao sou obrigada).

Estou feliz, por outro lado, que estarei em Sao Paulo ao lado dos meus amigos de verdade - aqueles que escolhi a dedo, nao os circunstanciais "colegas de empresa expatriados". Saudades das pessoas que me acham extraordinaria. Que me acham inteligente, linda, bem-humorada. Mal sabem elas (porque nao sei expressar meus sentimentos muito bem) que a admiracao e reciproca e profunda. Pessoas que estao em meus pensamentos quando estou comprando uma revista de fofoca de Bollywood ou chochando pessoas mentalmente.

Uma pena que algumas nao tenham tal admiracao. Logo, nao sei porque se aproximam tanto de mim. Gozado que algumas tem um preconceito muito velado porque sou comissaria de bordo (a eterna fama de menininha caipira sonhando alta ou, simplesmente, puta) mas nao fizeram metade do que eu ja fiz na minha vida ou ja estiveram no Quenia e em Bangladesh.

Quando a ficha cai... Bate a melancolia. Nao porque eu va chorar por essas pessoas, afinal, nao jogo perolas aos porcos. Mas pelo meu ego ferido berrando "poxa, mais uma vez eu me enganei". Confesso oscilar entre a belicosidade absoluta e momentos Pollyana.

Enfim, preciso da minha casa. Da minha mae, dos meus cachorros, das melhores amigas, dos melhores amigos, dos cosmos na TW com o Ale enquanto chochamos as bichas feias.

Se me arrependo? Nao. Ainda acho que mesmo se amarmos as pessoas erradas, ainda e valido. Acho que me enganei um bocado, sim. Doeu no final, mas isso eu apago e o resto das boas memorias deixo gravadas em albuns recheados de bons momentos. Que vou esquecer por muito tempo em uma prateleira aqui de casa atras de algum novo retrato. E, mais tarde, folhear sem . Juro. Sem nenhum rancor.

Nao vale a pena. Sabe? Nao vale a pena. Afinal... Sou uma comissaria com gostos peculiares demais.

Template exclusivo para este blog encomendado no Templates da Lua